terça-feira, 3 de agosto de 2010

Novo endereço

Deu pra perceber que por algum tempo deixei esse blog abandonado, mas as notícias são boas.

Em conjunto com meu sócio João Carlos, estamos criando a marca Candy Street, que tá com um blog no ar com muita novidade de moda, cultura e arte http://candystreet.wordpress.com/

Espero que acompanhem e sigam nosso twitter também @Candy_Street, porque em breve teremos sorteios e novidades.

Beijos

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Da série faculdade para que?

Geyse Arruda lançou sua marca de roupas. #oi?
Faço uma faculdade cara, pra qualquer um poder lançar uma marca, olha a phyneza da moça pousando com sua "criação". Pode respirar e soltar a barriga já.


As modelas então, tudo primeira "crasse". E os modelos então... Muito criativos e diferentes um do outro.


Os convidados então...

Ela e sua mamis.


#vergonhaalheia

Pra você eu digo SIM

Para as noivas fashionistas que estão prestes a casar uma boa notícia, o estilista Walério Araújo, vai começar a criar vestidos para o momento tão esperado dessas mulheres.

Ele disse que pretende usar tecidos diferentes como a malha, para que além de lindo os modelos sejam confortáveis.

Nossa, me deu até vontade de casar agora. Mas passou rápido, rs!

Beijinhos

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Mas já é verão?

Não estou dizendo da temperatura e sim de moda (pra variar né? rs).


Ontem a Cavalera apresentou o seu Preview de Verão 2011 no Minas Trend Preview. E por lá vimos t-shirts com estampas dos Beatles e o Michael que por sinal foram as minhas peças favoritas. Mas o que rolou muito, foram os jeans délavé e as estampas meio floridas meio psicodélicas (amo!).


Mas só voltando ao titulo do post, assim não dou conta, os calendários foram adiantados, nem chegou o inverno, e já falo do verão, hahaha! Por isso amo a moda, não saberia trabalhar com o tédio!



quarta-feira, 28 de abril de 2010

#oi?

Kristen Stewart é considera pela revista People uma das mulheres mais belas. Oi?

Será que analisaram essas fotos ai?



Que ela é estilosa tudo bem, mas uma das mais bonitas... Acho que não compartilho o mesmo gosto não. Tô barbie na caixa com isso.


terça-feira, 27 de abril de 2010

Line Up

Agora já é oficial, saiu o line up do Fashion Rio e do SPFW.

Fashion Rio (de 27 de maio a 1 de junho)

Quinta-feira, 27
16h - Walter Rodrigues
17h - Nica Kessler
18h - Mara Mac
19h30 - Salinas
20h30 - R. Groove
21h30 - Acquastudio


Sexta-feira, 28
15h - Redley
17h - Claudia Simões
19h30 - Totem
20h30 - Graça Ottoni
21h30 - Lenny


Sábado, 29
16h - Cantão
17h - Tessuti
18h - Printing
19h - Maria Bonita Extra
20h30 - Auslander
21h30 - Alessa


Domingo, 30
12h - Blue Man
16h30 - Filhas de Gaia
18h - Cavendish
19h30 - Melk Z-Da
20h30 - Oestúdio
21h30 - TNG


Segunda-feira, 31
16h - Giulia Borges
17h - Patachou
18h - British Colony
19h - Juliana Jabour
20h15 - Espaço Fashion
21h30 - Carlos Tufvesson


Terça-feira, 1
16h - Triya
17h - Lucas Nascimento
18h30 - Andrea Marques
19h30 - Têca
20h30 - New Order
21h30 - Isabela Capeto

São Paulo Fashion Week (de 9 a 14 de junho)

Quarta-feira, 9
15h - Forum Tufi Duek
16h - Erika Ikezili
17h30 - Priscila Darolt
19h - Rosa Chá
20h15 - Reserva
21h30 - Cia Marítima


Quinta-feira, 10
12h30 - Iódice
15h - Ellus
17h - Água de Coco por Liana Thomaz
18h - Alexandre Herchcovitch (feminino)
19h - Cori
20h - Osklen
21h15 - Triton


Sexta-feira, 11
11h - Cavalera
13h30 - Alexandre Herchcovitch (masculino)
15h30 - Maria Bonita
16h30 - Wilson Ranieri
17h30 - Movimento
18h30 - Simone Nunes
19h30 - Samuel Cirnansck
21h - FH por Fause Haten


Sábado, 12
13h15 - Reinaldo Lourenço
15h30 - Jefferson Kulig
16h30 - Animale
18h30 - Ana Salazar
20h - Adriana Degreas
21h30 - Lino Villaventura


Domingo, 13
12h - Do Estilista
14h30 - Neon
16h - João Pimenta
17h - Paola Robba
18h - Amapô
19h - Mario Queiroz
21h - Colcci


Segunda-feira, 14
13h15 - Gloria Coelho
15h30 - Carlota Joakina
17h - Ronaldo Fraga
18h - Fernanda Yamamoto
19h - V.Rom
20h15 - André Lima

segunda-feira, 26 de abril de 2010

#desabafo

Odeio qualquer tipo de intolerância, e acreditava que não encontraria isso na melhor das melhores ruas de São Paulo, a Augusta, mas não foi bem assim. Sábado em um dos bares que fui encontro uma pessoa, no maior estereotipo punk e todo trabalhado na tatuagem, seria uma pessoa belíssima se não estivesse tão acompanhado de preconceitos, arranjar briga com um homossexual por sua escolha. Esse ser se denominava skindred, pensamento pequeno, uma mente infeliz.


Cenas desse tipo me deprimem, pessoas que pensam assim me deprimem, e ouvir um ele está apenas se expressando também.


Então pra você otário, um som do Matanza.


“Enquanto você fica ai arrumando tumulto, eu vou me aprimorando na arte do insulto.”





sexta-feira, 23 de abril de 2010

Da série como estragar uma música!

Versão original, que me comove só de ver o Michael.



Conseguem fazer isso, com esse tal Justin Bieber.



Ai se não bastasse, fazem a versão latina, com direito a Ricky Martin.



E fodem tudo nesse programa coreano/chinês/japonês. #Morri

sábado, 17 de abril de 2010

Você é glam ou rock?

Primeiro foi à vez da procura dos bumbuns mais perfeitos para a American Aparrel, depois a Benetton caçou modelos reais para sua campanha, agora é a vez Jean Paul Gautier que está à procura de meninas glam rock.


A Eau de Toilete foi lançada em 2008 com garota propaganda a não menos rock Agynes Deyn, agora com o lançamento da versão Eau de Perfum foi criado um site interativo e Gaultier pergunta: Você é glam ou é rock?


As dez finalistas ganham produtos da linha Ma Dame e a grande vencedora mais glam rock viaja para a semana de moda de Paris em setembro, recebe alguns presentinhos do Jean Paul e ainda assiste o desfile Verão 2011, tentadora a proposta né?



quinta-feira, 15 de abril de 2010

Estilo Sienna Miller

Lembram que eu falei no outro post, que estava escrevendo para o site ModaDigital, então, olha a minha primeira matéria de estilo para eles...


Entra lá, e confere a minha matéria com a edição e produção da Andréa Foroni.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Tudo muito corrido

Por mais algum tempo sem atualizar esse blog (meu TCC me consome), venho com novidades boas.

Desde sexta passada eu passei a contribuir como Repórter Colaboradora para o site Moda Digital, que tem um conteúdo bem legal sobre moda, tendências e beleza.

Então podem dar uma olhada lá também.

Beijoos

quinta-feira, 1 de abril de 2010

sábado, 27 de março de 2010

terça-feira, 23 de março de 2010

Não me decepcione...

Hoje a música e o momento, veio de inspiração meio que sem querer, e tem uma mensagem muito subliminar, até como forma de desabafo. Então se você se identificou, realmente é para você ;-)

“I'm in love for the first time
Don't you know it's gonna last
I'ts a love that lasts forever
It's a love that has no past”

Não, eu não estou apaixonada!

domingo, 21 de março de 2010

Cat's em São Paulo



Toquinho um dos melhores músicos da atualidade brasileira é o responsável pela adaptação das letras do musical da Broadway Cat’s, e com o seu talento indiscutível a versão tupi guarani está realmente linda.

O cenário, figurino e maquiagem não deixam a desejar nada comparados ao clássico original, e todo o conforto proporcionado pelo o Teatro Abril, contribuem ainda mais para o espetáculo que tem mais de duas horas de danças, rodopios e coreografias precisamente ensaiadas.

E quanto aos preços dos ingressos, os menos abonados também podem assistir. O valor mínimo é de 70 reais, porém nas quintas feiras passam para 50 reais inteira e 25 reais meia, clientes Bradesco ainda tem 20% de desconto, com todos esses descontos, aconselho a todos assistirem e saírem encantados como eu sai.

sábado, 6 de março de 2010

A Cultura Pop e o Cine Mube


O Cine Mube comemora o seu um ano de existência e o que posso dizer por mais clichê que seja é que quem ganha é a gente, com o Ciclo Pop Art Andy Warhol é o homenageado da vez.


As apresentações são gratuitas, e sempre acontecem aos sábados a noite. Vale muito à pena conferir.

A programação do site é essa:

06/03/2010
19h


Retrato Completo de Andy Warhol
Grã-bretanha(2002).
Documentário. Duração 100’. . Legenda em Português.12 anos.


Tudo já se disse sobre Andy Warhol. Ou quase tudo. Sua agitada vida artística dificultou muito a pesquisa dos biógrafos e documentaristas. Um dos mais completos e bem feitos é este, originalmente produzido para TV, chamado "Andy Warhol: The Complete Picture". Aqui conhecemos a cidade aonde nasceu e cresceu, depoimentos comoventes de seus amigos, irmãos, colegas de trabalho, curadores, artistas e jornalistas, que juntos conseguem montar um caledoscópio cheio de novidades e segredos nunca antes revelados.

De Chris Rodley.

21h

Eu Atirei em Andy Warhol
EUA
(1996).
Drama. Duração 102’. . Legenda em Português.16 anos.


Baseado numa história real, Valerie Solanas foi uma militante ultra radical e escritora, autora do manifesto 'Scum' (que pregava o extermínio de todos os homens do planeta) e alguns textos obscuros. Um deles entregou ao Andy Warhol para produzir, mas ele acabou ignorando. Inconformada e numa atitude lunática, foi até ele e disparou vários tiros. Fato que quase tirou a vida dele. Intercalando depoimentos, leituras de textos e representação dramática dos fatos, “Eu atirei em Andy Warhol” tornou-se um pequeno clássico do cinema independente dos anos 80.

De Mary Harron.

13/03/2010
19h


Vida e Morte de Andy Warhol
França (2005).
Documentário. Duração 80’. . Legenda em Português.12 anos.

Documentário que mapeia a personalidade complexa e a vida agitada de Andy Warhol. Amigos, artistas, músicos e irmãos, dão declarações preciosas importantes de como Warhol via o mundo, o homem e as artes.

De Jean Michel Vecchiet.

20:30h

The Chelsea Girls
EUA(1966).
Drama.
Duração 197’. . Legenda em Português. 18 anos.

Ambientado na cultura underground dos anos 60, repleto de diálogos e sequências envolvendo sexo, drogas e política. Simultaneamente são projetadas duas cenas dividindo a tela em ações distintas. As imagens e o áudio são manipulados propositalmente, em várias cenas vemos a combinação de cores e preto e branco, o som fica com volume baixo em algumas partes e totalmente ausente em outras, dando a impressão de defeitos técnicos.Um dos filmes mais radicais e cultuados de Andy Warhol.

De Andy Warhol.

20/03/2010
19h


Geração Punk
EUA (1979).
Musical.Duração 85’. Legenda em Português. 14 anos.


Dirigido pelo ator-produtor-diretor Ulli Lommel, ex-colaborador de Rainer W. Fassbinder, "GERAÇÃO PUNK" tornou-se cult no final dos anos 70. Reuniu o ícone da pop arte Andy Warhol e a banda chave do movimento punk em New York, "Richard Hell & The Voidoids". O próprio Richard Hell interpreta o músico Bill, que tem sua vida dividida entra sua relação de amor e ódio com a jornalista Nada (Carole Bouquet) e o crescimento de sua carreira.

Filmado inteiramente em locações como ruas e clubes undergrounds de New York em 1979, principalmente no badalado e histórico "CBGB", palco onde tocaram bandas como a cultuada "Television". Este filme tornou-se sensação no cenário underground de Londres dos anos 90.
É um registro real, um marco histórico do movimento punk iniciado pela chamada "Geração Vazia".

De Ulli Lommel.

20:30h

Cocaine Cowboys
EUA (1979)
Musical.Duração 90’. Legenda em Português. 18 anos.


"COCAINE COWBOYS" foi produzido em 1979 com uma rara participação de Andy Warhol, e também a performance da banda "The Cowboy Island Band", uma das melhores do cenário pop rock da época. O líder da banda conta, em flashback, seu envolvimento com o tráfico de drogas e sua relação com seu empresário, interpretado por Jack Palance. Andy Warhol, com a sua inseparável Polaroid, registrou momentos importantes da trama, que culmina em tragédia e arrependimentos. O diretor Ulli Lommel, ex-pupilo de Rainer W. Fassbinder, convidou novamente seu amigo Warhol para uma breve participação, agora com uma combinação mortal de drogas, sexo e rock´n´roll.

De Ulli Lommel.

27/03/2010

Velvet Underground & Vinyl

ANDY WARHOL (1928-1987), pai da pop-art, inundou o mundo nos anos 60 com suas imagens, alcançando grande celebridade ao transformar uma lata de sopa em obra de arte. Com sua reputação de artista plástico já consolidada, Andy lançou-se à conquista do cinema dirigindo experimentos visuais memoráveis. Entre 1963 e 1967, registrou em sua bitola de 16 mm. milhares de metros de filmes insólitos, subversivos, por vezes artísticos, mas sempre curiosos e de interessante teor documental, captando imagens de um mundo habitado por intelectuais, músicos, pintores, atrizes, modelos e escritores do underground cultural norte-americano. Deste caldeirão surgiram os "Superstars", cuja individualidade a lente de Warhol conseguia capturar elevando-os ao status de estrelas de uma Hollywood alternativa e decadente. Ali surgiram suas crias, os seus "ídolos de plástico", como ele gostava de chama-los: Vera Cruise, Candy Darling, Debbie Dropout, Rita Rotten, Ingrid Superstar, The Sugar Plum Fairy, Ultra Violet, Viva!, Holly Woodlawn, Jack Smith, Mario Montez, Gerard Malanga, Joe Dallesandro, Edie Sedgwick e Paul Morrisey. Bem-vindo ao Planeta Warhol. Neste primeiro volume, incluem-se dois filmes extraídos deste adorável submundo:

19h

Vinyl
EUA (1965).
Musical.Duração 63’. Legenda em Português.18 anos.


Vinyl (1965, 63 min.) é a primeira adaptação cinematográfica, radicalmente livre, do romance Laranja Mecânica (A clockwork orange), de Anthony Burgess. Nele, a personagem principal, Alex DeLarge (interpretado por Gerard Malanga), dança freneticamente ao som de The Kinks e Martha and the Vandellas, passando depois por uma sessão de tortura com verdadeiros peritos em sadomasoquismo. Warhol afirmou em entrevistas que as imagens de tortura sexual presentes no fundo da cena são reais, como também a participação "cool" da bela Edie Sedgwick, sentada, dançando e vendo as cenas com indiferença, já que ela não sabia que estava sendo filmada.

De Andy Warhol.

20:30h

The Velvet Underground & Nico
EUA (1967).
Musical.Duração 63’. Legenda em Português.18 anos.


Em The Velvet Underground & Nico (1967, 63 min.), a vocalista Nico senta-se num banco alto enquanto os músicos formam um semicírculo atrás dela, executando números musicais ensurdecedores que culminam numa intervenção policial motivada por queixas da vizinhança do estúdio Factory. Um momento histórico do rock e do cinema underground.

De Andy Warhol.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Desnecessário


A minha opinião com uso de peles de animais é bem clara, não apoio, não gosto e chego a sentir nojo. Sem extremismo, mas chego a me perguntar como algumas pessoas podem gostar tanto e sentir um certo prazer com o uso de pele?


Aqui no Brasil, fora o couro poucas marcas desfilam a morte de animais na passarela, já existe essa consciência e o nosso frio não é o dos mais rigorosos.


Mas esse texto começou por essa semana eu passar por dois momentos de indignação. O primeiro é em perceber quanto a pele animal é usada em decoração, e não só no couro, mas também com a própria pele. E o segundo é de ver em um desfile da semana de moda de Paris o estilista Quentin Verón colocar nas passarelas uma camiseta escrita ““I’d rather wear fur” ou eu prefiro usar pele, contestando a famosa frase do Peta “I’d rather go naked than wear fur” que na tradução significa “Eu prefiro ficar pelado a usar pele”.


Quando usamos a carne bovina para alimentação e com isso aproveitamos o couro, é uma coisa, mas quando exterminamos outros animais para satisfazer caprichos humanos, me desculpem, mais deixa de ser moda e perde tudo o que eu admiro nesse mundo, que é o poder da auto estima aliado a arte.

terça-feira, 2 de março de 2010

Agora o diabo não veste mais Prada

A fama que a editora da Vogue America tem, muita gente já conhece pelo filme "O Diabo veste Prada", e nesse final de semana ela provou o porque disso. Na semana de moda de Milão com apenas um telefonema dizendo "I will only stay 3 days" ou "Eu ficarei por apenas três dias", muitos dos desfiles de grandes maisons foram alterados as datas para que a editora pudesse comparecer.

O resultado disso foram atrasos, transito acima do esperado e uma correria desnecessária, pois a maioria concentrou os desfiles na sexta, com a exceção da Prada e outras que não alteram o calendário para satisfazer a "diaba", agora já não sei se ela veste Prada.

Grupo vestido de Ana Wintour protestando da alteração de datas dos desfiles. Fora a postura blasé as modelos não falaram uma palavra, bem no estilo Ana de ser...

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Na hora H


A moda de celebridades assinando coleções está realmente com a força toda, a novidade é a “bonitinha” Lady Gaga em parceria com Jeremy Scott assinando uma linha de camisinhas. A proteção não vem com nada de especial, só a embalagem é trabalhada, ainda bem, já pensou a Gaga querendo inventar mais?
Parte das vendas será revertida para a organização Planned Parenthood, que oferece educação sexual e suporte para o pré-natal e pós-parto, que é bem legal!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Almodóvar e a Haper's Bazaar

A edição de março da Haper’s Bazaar está realmente recheada de editoriais incríveis. Um deles já mostrei aqui com a modelo Iris Strubegger interpretando grandes nomes da moda. O outro são alguns dos grandes estilistas recriando as cenas dos filmes do diretor Pedro Almodóvar, o resultado vocês conferem ai.












quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Luto na Moda #ripMcQueen




Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante...

Iris Strubegger é,

Rei Kawakubo,

Vivienne Westwood,

Karl Lagerfeld,

Carolina Herrera,

Donatella Versace,

e Jonh Galliano


A edição da Harper’s Bazzar de março vem com um editorial que eu chamaria de engraçado, no bom sentido. Depois de Agyness Deyn se transformar em Michael Jackson, é a vez de Íris Strubegger encarnar alguns dos principais nomes da moda. O fotografo e diretor foi nada mais, nada mesmo que Karl Lagerlfeld, que também fez questão da modelo não deixa-lo de fora da brincadeira. O resultado vocês conferem...

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

A Dita é diva

Que a Dita Von Teese é diva, já está mais que claro, e como toda diva até sua soneca é especial. Olhem só a mascara que ela desenhou para Moschino, rendada e com cílios, todo no delineador. Um luxo só.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Se jogando no mundo da moda


Emma Watson a eterna Hermione de Harry Potter está gostando mesmo de moda, além de estampar campanhas como Burberry, lançou sua coleção para a People Tree e também pousou de modelo. Aqui algumas imagens de uma campanha com um clima bem bucólico.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Vitrina conceitual



Vitrine da Hermès em Tóquio feita pelo artista plástico japonês Tokujin Yoshioka

Os meninos também querem

Jonatas o arrasa corações segundo Sergio K.

Marlon Teixeira na campanha verão 2009

A C&A pretende continuar investindo nas mini-coleções assinadas por grandes estilistas, e a promessa para o dia dos pais é Sergio K, que dessa leva C&A – Estlistas é o primeiro especializado em moda masculina.


O contrato ainda não foi assinado, mas enquanto isso podemos conhecer a campanha dele para sua marca própria que foi fotografada por Terry Richardson(que clicou Marlon Teixeira na campanha verão 2009) com o modelo e ator-malhação Jonatan Faro, descrito pelo estilista em seu blog como arrasa corações.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Ares de Lolita


Isabeli Fontana com jeito lolita na capa da Vogue japa.

Arte pop

Gary Baseman

Shag

Mark Ryden

A Choque Cultural vem mais uma vez com exposições imperdíveis, desde a sua inauguração, em 2003, já apresentou mais de 200 artistas brasileiros, trouxe para o Brasil mais de 50 artistas internacionais, levou brasileiros à Europa e Estados Unidos em mais de 10 grandes exposições.

E desde sexta dois artistas pop contemporâneos apresentam suas obras Shag e Gary Baseman, que também trabalham com o onírico em suas ilustrações, pinturas e gravuras.

Outro dessa mesma geração é Mark Ryden, do qual quero uma exposição logo aqui em São Paulo.

As exposições são gratuitas e vão até o dia 27/02 de terça a sábado, das 12h às 19h.
R. João Moura, 997, Pinheiros, SP
Informações: (11) 3061-4051

Ps.: Aceito companhia para a visitação!

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

"Bapho" no SPFW

Direitos de imagens causam confusão na São Paulo Fashion Week


PAULO SAMPAIO

da Folha de S.Paulo

Um rumoroso bas-fond nos bastidores da São Paulo Fashion Week envolveu o fotógrafo carioca Márcio Madeira, dono do site Firstview --que tem clientes como a Vogue América e o bombado site de moda Style.com-- e a empresa Luminosidade, produtora do evento, dirigida pelo empresário Paulo Borges.


O problema começou na edição de junho de 2009, quando, além de fotografar, Madeira começou a filmar os desfiles.


Em dezembro passado, antes da última edição, ele recebeu um comunicado da Luminosidade (que já tem seus parceiros de vídeo), com um trecho sublinhado: "(...) você não está autorizado a filmar dentro dos eventos e ainda menos a comercializá-los [os vídeos]".


Madeira, que havia sido contratado por algumas grifes, respondeu: "...aparentemente, existe um desacordo entre os estilistas e vocês...eu não tenho nada com isto... resolvam com eles... se um estilista me pedir para fazer um vídeo do show dele, eu vou fazer..."


A Folha teve acesso a um termo de "autorização a título gratuito [à Luminosidade] para utilizar os direitos de imagens, sons e conexos captados durante o evento." O documento, que alguns estilistas ouvidos dizem assinar "automaticamente", dá ainda à empresa o direito de editar, dublar e comercializar as imagens.


Madeira acusa a Luminosidade de querer o monopólio dos serviços de vídeo do SPFW. "O Paulo Borges quer que todos os estilistas dependam dele, fiquem na mão dele, paguem tudo para ele. Não pensa em divulgar a moda do Brasil, mas apenas em ganhar dinheiro com o evento", afirma.


Graça Cabral, diretora institucional da Luminosidade, diz que "ninguém impediu [Márcio Madeira] de filmar, apenas não o autorizamos a comercializar o trabalho" (A empresa acabou liberando as grifes a escolherem seu próprio profissional de vídeo).


No caso de Madeira, porém, não comercializar os vídeos significava também não veiculá-los em seu site (já que isso teria como objetivo vendê-los). Ele pergunta: "Por que, então, eu fui convidado para vir ao Fashion Week? Eles sabem que tenho um site e que esse é o meu negócio. Por que pode foto e não vídeo?" A Luminosidade mandou dizer por sua assessoria que não iria responder.


Confusão


Assim que apareceu com a câmara de vídeo, e graças a um trabalho muito festejado no mundo fashion, Madeira foi procurado por estilistas. Glória Coelho batalhou para que ele, e não o produtor de vídeos Richard Luiz, recomendado pelo SPFW, filmasse o desfile de sua grife. Bateu o pé e conseguiu. Eduardo Dugois, assessor de Glória, confirma, mas diz que ela não quer falar sobre o assunto: "Não põe o nome dela, não, tá?", pede.

Procurado, Richard Luiz não retornou a ligação.


"Todo mundo tem o rabo preso com o Paulo Borges. O Lino Villaventura veio me chamar pra filmar o desfile falando baixinho, pra ninguém ouvir", diz Madeira.


Até o fechamento desta reportagem, Villaventura não havia sido encontrado por sua assessoria.


Outros estilistas confirmam, em off, que para contratar os serviços do fotógrafo, como cinegrafista, enfrentaram resistência.


Alan Kardec, que por mais de dez anos fez filmes para a SPFW, foi contratado por Madeira, mas logo recebeu uma contraproposta de Paulo Borges. Kardec diz que nunca houve problema em comercializar vídeos, mas "o fato de haver um concorrente, sempre causa um mal estar. O Márcio tem muita força no mercado".


Pressão


Madeira começou a ser pressionado no ano passado. O primeiro incômodo veio quando, no desfile de Glória Coelho, ele se instalou no melhor lugar da cabeceira da passarela, onde a precedência é dos fotógrafos e cinegrafistas contratados pela grife.


"O Richard Luiz me perguntou se o pessoal do evento sabia que eu estava filmando. Eu nunca vi isso. No mundo inteiro, se você é contratado da marca, tem o melhor lugar no pit."


Naquele mesmo dia, segundo Márcio, o "núcleo duro" da Luminosidade o procurou: "Eles me pegaram em um canto e disseram que eu não tinha autorização para filmar." A Luminosidade não quis falar.


Vivendo há 32 anos em Paris, com trânsito entre as mais importantes publicações de moda do mundo, Madeira foi pioneiro na produção de fotografias de passarela que priorizavam a roupa, e não o desfile como "obra de arte" (que dão boas "primeiras páginas"). Isso facilitou a vida das editoras de moda, que precisavam ser claras na publicação das tendências.


Com a Internet, o negócio de Madeira, antes restrito ao delivery de negativos, passou a uma escala mundial e tornou-se instantâneo. Entre seus compradores, estavam copiadores de modelos em países distantes do circuito internacional da moda: isso o levou a enfrentar complicações com grifes francesas. Chegou a ser preso ao fim de um desfile da Chanel, pagou fiança de 300 mil euros a várias marcas e respondeu a processo.


Hoje, com a falta de controle sobre a reprodução do que está na Internet, Madeira não é mais o único foco dessas grifes.


E agora, ao que tudo indica, quer correr o risco com vídeos. Mas ele diz que Paulo Borges não tem motivos para se preocupar.


"Se a Vogue America quiser comprar meus vídeos, até vendo. Mas a verdade é que não quer, porque não tem o menor interesse. Ninguém lá fora presta atenção em um evento de moda no Brasil."


Matéria reprodução da Folha de São Paulo

Por de trás das câmeras

O video do making off do editorial da edição de fevereiro da Vogue America com Sean Diddy e Natalia Vodianova.

Fotografando sonhos




Para Tim Walker (já mencionamos um de seu trabalho aqui), a fotografia vai além do que os olhos vêem e caminha para o que o coração sente. As fotos poderiam vir de contos de fadas, de alucinações ou de belas noites de sono.


O trabalho do fotografo, além de original sempre te transporta para um universo lúdico, e nesse final de mês ele ganhou uma exposição, infelizmente não aqui no Brasil. Até o dia 07 de março o publico italiano poderá conferir suas obras na a galeria Carla Sozzani, em Milão e viajar um pouco mais nesse universo Walker de ser.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Diva é diva


Vou contar uma pequena história que li, que me inspirou e espero que inspire as leitoras femininas do blog. Precisamos ser divas, e para isso não há a necessidade de saltos altos e roupas caras, um pouco de carisma, sorriso e auto estima já ajudam muito.


“Marcelo, você sabia que a minha mãe precisa se maquiar até pra ir ao banco?”. E a mãe de Bel explicou pra ela e pro Marcelo: “Belzinha, minha filha, a sua mãe só existe dentro de casa. No momento em que eu entro no elevador, eu sou Dina Sfat. E o porteiro do prédio, o gerente do banco, todo mundo na rua quer ver Dina Sfat linda, o tempo todo."


Foi Marcelo Sebá que contou essa história, amigo de infância de Bel Kutner filha da atriz e diva Dina Sfat, e tudo isso para contar com foi o seu primeiro contato com a imagem e imagem é tudo.


Pesquisando um pouco sobre o tema descobri que as conclusões que tiramos das pessoas são em média 55% visual, 38% sotaques entre outros e apenas 7% o que essa pessoa realmente diz.


E não pensem que só falo na beleza estética, cito aqui o conjunto da obra. Como dizia o poeta “As feias que me perdoem, mas beleza é fundamental”.

Scarpins e nada mais...


A capa da terceira edição da Love, terá duas capas oficiais uma com a Lara Stone e a outra Jeneil Williams, ambas fotografadas por Mert Alas e Marcus Piggott, e as belas estão vestindo apenas scarpins e nada mais.

A capa tá estupendamente linda, lógico que elas ajudam.

Haute Couture


Hoje li um post sobre a alta costura com muita informação legal, e decidi compartilhar. Todos que são pelo menos um pouco ligado a moda sabem que a alta costura não é o que movimenta o mercado, mas é o que nos dá tremenda alegria em ver.


Agora descobri um pouco mais como funciona esse mercado.


Como nasceu?

Nasceu em 1858, quando o estilista Charles Frederic Worth, tinha um trabalho minucioso em suas peças, que eram requintadas e apreciadas pela alta sociedade da época.

Quais os critérios?

É como ser membro de um clube, por isso existem regras e regulamentos protegidos por lei, e são os seguintes:


1)Um estúdio em Paris com 15 empregados a tempo integral e a participar na semana de moda a cada temporada. A apresentação da coleção em Paris deve incluir, pelo menos, trinta e cinco trajes tanto diurnos como para noite.


2) Pelo menos 75 peças de trabalho (incluindo acessórios) têm de ser concebido pelo designer-chefe.


3) Cada peça tem que ser limitada em quantidade e artesanal.


4) Design feito por encomenda para clientes privados.


E as estatísticas? Totalmente restrito, apenas cerca de 500 mulheres no mundo tem acesso, e cada ateliê necessita de em media 50 funcionários.


E por que ele ainda existe? Para manter o prestigio da marca, e que essas possam ter um espaço para desfilar sua moda-conceito.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Para causar mais expectativa


Tudo indica que Alice no País das Maravilhas será sucesso absoluto, o filme nem sequer foi lançado e já foi comentado e se tornou inspiração em varias coleções. E parece que o próximo sucesso de Tim Burton vai ser em parceria com a Disney novamente, agora em uma versão de A Bela Adormecida.


O que se lê por ai, é que o diretor gostaria de focar na história de Malévola, a bruxa má que não foi convidada ao batizado da princesa e joga uma praga nela.


Os apaixonados por trabalhos de Burton (como eu), que já estavam ansiosos vão ficar um pouco mais depois dessa notícia.

Próximo destino, Saudade

A Vogue Americana de fevereiro, traz um produtor, nada menos que P. Diddy, uma modelo e a fotografa Anne Leibovitz, tudo isso em um trem de New Jersey.






Resumindo, chegou no estilo P. Diddy de ser, conquistou a modelo, e partiu deixando saudade.